Monstros, gatinhos e dinossauros

Nos últimos meses tenho acompanhado de perto uma guerra tola e invisível ao resto da humanidade. Uma guerra tão sem sentido quanto o futebol e o esporte em si. Essa guerra, inútil como todas as outras, é a famosa guerra da música. Cantoras e cantores, bandas e duplas, clássicos e modernos em uma batalha infinita, travada por eles mesmos ou por seus admiradores.

Tenho visto fãs se descabelarem, famosos descerem de nível e o mundo nada mudando. Tudo isso porque? Infantilidade.

A cada música lançada, uma polêmica. A cada comentário feito, uma explosão.

Todos sabemos que o mundo da música é feito de escândalos, dinheiro e jogadas de marketing. Entretanto não podemos descartar o talento, a força de vontade e, em alguns casos, a mera sorte. Só que os famosos, e os fãs, não conseguem se contentar com seu talento/admiração e atacam sem motivo algum o outro.

Admito que por algumas vezes me deixei levar por alguns comentários feitos acerca daquela que admiro e acabei entrando nessa guerra sem sentido. Também admito que brinco com os defeitos de outras cantoras e cantores que eu conheço, entretanto sei dos talentos deles, que são em maior quantidade que seus defeitos, e meus comentários nada deixam de ser do que meras brincadeiras.

Todavia existem fãs que não se contentam e precisam a todo custo irritar outros fãs. Muitas das vezes lançam comentários completamente nulos, como por exemplo a aparência, como motivo pra engrandecerem suas ditas “divas”. Também existem aqueles famosos que parecem PRECISAR atacar outros famosos ou seus fãs para continuarem na mídia. Nenhum fã é melhor ou mais forte que outro; nenhuma sequência de música derrubará castelos.

O que eu aprendo com a Rainha que eu admiro é: respeito e tolerância. Se não fosse essa Rainha (e um Anjo, diga-se de passagem), talvez eu nem estivesse aqui dizendo essas palavras. Por isso eu penso: “Dane-se se aquela cantora canta como um urso faminto”, ou “O que importa se ela copiou o look da outra?”. Devemos seguir nossos caminhos, pouco importa o que a outra cantora fez ou deixou de fazer, se não afetar aqueles que admiramos, não vai mudar nada nossa situação atual.

Brincadeiras à parte, comentários também, toda diva merece respeito, e seus fãs inclusive. Então, monstros, gatinhos e dinossauros, paremos com essas picuinhas e vamos continuar cantando à plenos pulmões nossas músicas favoritas, sem que alguém possa nos calar.

POR: Wilian Nascimento

Anúncios
Etiquetado , , , , , , ,

Um pensamento sobre “Monstros, gatinhos e dinossauros

  1. Gabo Marcos disse:

    Mesmo concordando com tudo isso, ainda acho algumas brincadeiras sem sentido, pois parte das coisas que são faladas sobre os cantores não são nem reais ou são muito variáveis. Exemplo disso é fazer piada com o peso da Adele e dizer que ela come demais, quando na verdade ser gordo não é (e nunca foi) exatamente um defeito, muito menos sinônimo de gula! Assim como Madonna, que tem a mesma idade que as mães de muitos fãs de jovens cantores – envelhecer é repreensível? Como zoar um defeito que nem ao menos existe?! Outro exemplo é dizer que Rihanna é farofeira: quem estraga o nome dela são alguns brasileiros, que são apenas um grupo insignificante comparado com a quantidade de fãs dela que existem pelo mundo.
    Eu acho que as pessoas precisam se sentir superiores em relação os outros, e essa é uma necessidade irreal, baseada na vaidade; desta forma, algumas pessoas gostam de rebaixar os outros por causa de seus ídolos no intuito de enfatizar o próprio ego. ISSO SIM é um defeito! Pior e maior que qualquer característica enfadonha que pode ser encontrada nos ídolos de hoje.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: